Sala de Integração Sensorial é inaugurada com recursos destinados pelo Fundo Municipal da Criança e Adolescente

O espaço é aconchegante, motivador, organizado, alegre e rico em materiais, ar condicionado e equipamentos para aplicação da metodologia.

sala-de-integracao-sensorial-e-inaugurada-em-sao-ludgero-9
Inauguração aconteceu na segunda-feira (04). (Créditos: Bertoldo Kirchner Weber)

Mais um momento especial para Escola Especial da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de São Ludgero. Foi inaugurada na segunda-feira, 4 de dezembro, às 14 horas, a Sala de Integração Sensorial, investimento de R$ 15.000,00 através do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (Fia).

O espaço era aguardado com ansiedade pela Terapeuta Ocupacional Denise Werncke Alberton que atende 16 dos 54 alunos. Com o recurso disponibilizado uma sala aconchegante, organizada, motivadora, alegre e rica em materiais, ar condicionado e equipamentos (alguns suspensos) para aplicação da metodologia foi montada.

A integração sensorial surgiu nos anos 60 quando Jean Ayres, uma terapeuta ocupacional, estudou o cérebro e a forma como este processava a informação sensorial. Através da metodologia acontece à integração das sensações, principalmente no sistema tátil, vestibular e proprioceptivo. Com o trabalho das atividades lúdicas e a participação ativa do usuário, proporciona o aumento da habilidade de processamento das informações e respostas apropriadas aos estímulos.

O presidente da Apae, Matias Weber, enfatizou a alegria de todos com conquista. Aproveitou para agradecer ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente pela aprovação do projeto e a Administração Municipal de São Ludgero pela parceria.

A Administração Municipal esteve representada pelo prefeito Volnei Weber, o vice-prefeito Ibaneis Lembeck, a Secretária da Saúde e Promoção Social, Nilva Schlickmann Pickler, e a Pedagoga Júlia Pickler no ato representando a Secretária Sirlene Machado Cunha Joaquim. Representou o CMDCA de São Ludgero, a primeira secretária Caroline Crozetta.

É importante informar que a atual Administração Municipal de São Ludgero regularizou a situação do Fia junto a Receita Federal e em 2016 iniciou uma mobilização na cidade para que empresas e pessoas físicas na declaração do Imposto de Renda oficializassem a destinação ao Fundo Municipal da Criança e Adolescente (Fia). “O investimento na Sala de Integração Sensorial demonstra na prática que o resultado da ação já começa aparecer”, ressalta o prefeito.

Galeria de fotos

Colaboração: Bertoldo Kirchner Weber / Ascom / São Ludgero