Prédio da Celesc em Tubarão é destruído em incêndio

Furto de condutores pode ter provocado um curto-circuito e causado o incêndio, segundo o chefe da Celesc de Tubarão, Giocondo Tasso.

Prédio foi totalmente incendiado em Tubarão (Foto: Celesc/Divulgação)

Um prédio desativado das Centrais Elétricas de Santa Catarina (14) pegou fogo na manhã de quarta-feira (14) em Tubarão. O prejuízo em danos é estimado é R$ 100 mil, conforme a regional da Celesc.

O fogo começou por volta das 6h em uma edificação do bairro Humaitá De Cima. Segundo o chefe da Agência Regional da Celesc de Tubarão, Giocondo Tasso, a causa provável é um curto-circuito provocado por furto de condutores.

Estrutura do prédio ficou comprometida por fogo (Foto: Celesc/Divulgação)

Há alguns dias, no mesmo prédio, criminosos levaram a fiação dos alarmes. Tasso acredita que desta vez os suspeitos estariam tentando furtar a fiação elétrica.

O prédio está desativado há dois anos e a expectativa era de leilão da estrutura. O lugar ainda era usado para guardar equipamentos e ferramentas.

Fonte: G1 SC