Motorista morre em Tubarão 15 dias após acidente

Ele era o motorista de um dos carros envolvidos em um grave acidente na BR-101, na madrugada de 24 de dezembro, que também matou uma menina de nove anos.  

Foto: Divulgação/Diário do Sul

Após 15 dias internado em estado grave, morreu na madrugada de ontem Jair Januário Júnior, de 34 anos. Ele era o motorista de um dos carros envolvidos em um grave acidente na BR-101, na madrugada de 24 de dezembro, que também matou uma menina de nove anos.

A morte de Jair causou grande comoção em Jaguaruna, cidade de seus familiares, e também em Tubarão, onde tinha muitos amigos e trabalhava como consultor da Herbalife. Internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), o jovem teve uma parada cardiorrespiratória durante a madrugada de ontem e não resistiu.

No velório, iniciado ontem à tarde na capela Santa Rita, em Jaguaruna, familiares e amigos tentavam aliviar a dor da perda prestando homenagens.

“Genial, de coração gigante, e um cara acima da média. Uma luz que brilhava tanto que não foi suficiente brilhar apenas aqui na Terra. Quem o conheceu teve o privilégio de desfrutar de toda a energia positiva que ele podia emanar. E vai emanar para sempre em nossos corações. Seu legado é de alegria plena, humildade, e amor”, disse a amiga Bruna Costa.

“Dono da atitude, sorriso e coração mais lindo e generoso que conheci”, completou o companheiro de trabalho Marcus Maia.

A amiga Victoria Bittencourt Cardoso escreveu nas redes sociais que Jair era uma pessoa de coração puro, que não tinha maldade e que fazia o bem sem esperar nada em troca. “Tua missão aqui foi atingir positivamente muitas vidas e, graças ao bom Deus, eu fui uma dessas pessoas que teve o privilégio de ter tua amizade”, postou.

O corpo de Jair será enterrado hoje de manhã, às 9h, em Jaguaruna, após missa de corpo presente na igreja matriz. Ele era casado e deixa dois filhos, um menino de 11 anos e uma menina de nove.

Polícia suspeita que carro aquaplanou

Logo após a colisão, as informações iniciais davam conta de que o carro de Jair trafegava na BR-101 pela contramão. Porém, segundo a Delegacia de Polícia Civil de Jaguaruna, a principal hipótese é de que o carro dele tenha aquaplanado.

O acidente aconteceu no quilômetro 350,4 da BR-101, no bairro Costa da Lagoa, em Jaguaruna, envolvendo um Cross Fox, com placas de Gravataí (RS), onde estava a menina de nove anos, junto com o seu pai; um Honda Civic, ocupado por Jair; e ainda um caminhão. A criança chegou a ser levada para o HNSC, mas morreu ao dar entrada no hospital. O pai dela foi internado em estado grave. Uma outra ocupante do Cross Fox, de 17 anos, sofreu ferimentos leves.

Conforme a polícia, a suspeita é de que o Honda Civic de Jair vinha de Criciúma para Tubarão e acabou virando na pista, devido à água acumulada por conta das chuvas. Então, o Cross Fox, que vinha logo atrás, no mesmo sentido, acabou se chocando de frente com o Civic. Na sequência, o caminhão também não conseguiu frear a tempo e bateu nos dois veículos.

No entanto, ainda segundo a Polícia Civil, as circunstâncias do acidente ainda serão apuradas. As investigações estavam paralisadas por conta do recesso de fim de ano e devem ser retomadas nos próximos dias.

Foto: Divulgação/Diário do Sul

*Fonte: Diário do Sul