Família de menino de Laguna que sofreu acidente doméstico precisa de ajuda

A criança puxou o cabo de uma frigideira que estava no fogão com óleo quente e teve 30% do corpo queimado. Ele pode passar por cirurgia em breve.

familia-de-menino-de-laguna-que-sofreu-acidente-domestico-precisa-de-ajuda
O menino teve 30% do corpo queimado – Foto: Divulgação/Notisul

Quando dezembro, o último mês do ano, se inicia, muitas promessas ganham vidas, projetos se concluem e esperanças são renovadas. E foi com essa esperança renovada que Raquel Paulo Catarina saiu de uma consulta em uma clínica em Florianópolis nesta sexta-feira. Ela é mãe do garoto Enzo Mikael Catarina, de 3 anos, que há pouco mais de um ano sofreu um acidente doméstico.

Em agosto do ano passado, o menino brincava em casa, quando puxou o cabo de uma frigideira que estava no fogão. O óleo quente derramou por cima de seu corpo, a ponto de ele ter de ficar 30 dias internado no hospital. Na ocasião a criança teve 30% do seu corpo queimado. Desde então, as batalhas têm sido constantes pela recuperação de Enzo.

Na consulta, Raquel foi informada de que o menino precisará passar por nova cirurgia de implante de pele em breve. “O médico pediu que retornássemos ao Hospital Joana de Gusmão no próximo dia 20 para mais uma avaliação. O meu filho precisará passar por outro procedimento o mais rápido possível. Como na primeira o implante foi rejeitado, a pele dele está se esticando e tem se soltado. Agora haverá a necessidade de um implante maior”, conta a mãe.

Sem renda, Raquel conta com a solidariedade de diversas pessoas para pagar o aluguel, conta de energia e de água. Ela também é mãe de uma menina de 14 anos. O pai de ambos morreu quando Raquel estava grávida de Enzo.

“Como não tenho emprego fixo, minha preocupação, além dos meus filhos, é como manterei a casa com aluguel, energia elétrica, água e os alimentos. E também tem a fase da adaptação”, afirma.

A primeira cirurgia de Enzo Mikael foi realizada em setembro deste ano. Ele esperou em uma fila de quase duas mil crianças para fazer o procedimento no Hospital Infantil Joana de Gusmão. O quadro do menino se agravou há aproximadamente 15 dias, com a infecção do ferimento. A consulta de sexta-feira foi em uma clínica particular e custou R$ 400, obtidos por meio de uma campanha.

Como colaborar

A família, que mora na Vila Vitória, em Laguna, precisa de muito apoio, alimentos, produtos de higiene para os cuidados com a queimadura de Enzo. Para colaborar, basta entrar em contato com Raquel pelo telefone (48) 99681-8697. Também podem ser feitos depósitos na conta: Caixa Econômica Federal, Agência 1785, Conta Poupança 56354-8.

Com informações do Notisul