Ex diz ter esfaqueado braçonortense por não aceitar separação

Ele vai responder por feminicídio

ex-diz-ter-esfaqueado-braconortense-por-nao-aceitar-separacao-28102017
Aline da Silva, de 28 anos, foi morta a facadas pelo ex-companheiro em SC (Foto: Arquivo pessoal/Facebook)

O ex-companheiro de Aline da Silva, de 28 anos, disse em depoimento ao delegado Cristiano Leo Fabiano que esfaqueou a jovem porque não aceitava a separação do casal.

Testemunhas ouvidas pela polícia disseram que escutaram a briga entre os dois. O ex-companheiro de Aline vai responder por feminicídio, informou Fabiano. J. F. S., 29 anos, possui passagens por perturbação e lesão corporal. Ele vai ser encaminhado para o presídio de Tubarão.

O crime

Aline foi cruelmente assassinada pelo ex-companheiro com golpes de faca no pescoço e nas costas, dentro do próprio apartamento, em Braço do Norte. Depois do crime, ele fugiu para a casa de uma irmã, em Orleans, onde foi encontrado pela polícia no início da tarde deste sábado. O autor foi preso em flagrante e confessou o assassinato, informou a Polícia Civil.

O crime ocorreu por volta das 9h15min deste sábado (28), no bairro São Francisco. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi chamado, mas quando chegou ao local a vítima já estava morta. O assassinato da jovem abalou Braço do Norte e toda região. Ela deixa três filhos. Infelizmente, Aline foi mais uma vítima da violência contra mulher no Brasil.

Curta nossa fanpage